MESBLA FORTALEZA

MESBLA FORTALEZA
Nosso endereço Rua General Sampaio Nº 1065 Centro, Fone: 231 2000

MESBLA FORTALEZA

MESBLA FORTALEZA
Filial de Fortaleza localizada na Rua General Sampaio nº 1065, FOTO GENTILMENTE CEDIDA PELO PROFESSOR , FOTOGRAFO E HISTORIADOR DE FORTALEZA MIGUEL NIREZ.

MESBLA FORTALEZA

MESBLA FORTALEZA
FOTO GENTILMENTE CEDIDA PELO PROFESSOR NIREZ.

domingo, 12 de agosto de 2007

MESBLA HISTÓRIA

Sede da Mestre & Blatge,
firma francesa precursora da "Mesbla" (1912)
História...

O começo
No prédio de numero 83 da rua da Assembléia , no centro da cidade do
Rio de Janeiro, foi instalada em 1912, uma filial da firma Mestre & Blatgé, com sede em Paris e especializada no comércio de máquinas e equipamentos.
A filial brasileira tinha pouca importância dentro da organização
francesa espalhada pelo mundo. Quatro anos depois de sua instalação, sua administração foi entregue ao francês Luiz La Saigne, até então subgerente da filial em Buenos Aires. Em 1924, La Saigne transformou o estabelecimento carioca numa firma autônoma, com o nome de Sociedade Anônima Brasileira Estabelecimentos Mestre et Blatgé, que em 1939 passou a denominar-se Mesbla S.A. A nova denominação era uma combinação das primeiras sílabas do nome original.
A filha de La Saigne casou com
Henrique de Botton. Ele e seu filho André comandaram a expansão da empresa até os anos 80. Na década de 50 a empresa tinha lojas instaladas nas principais capitais do país e em algumas cidades do interior. Nos anos 80 a Mesbla tinha 180 pontos de venda e empregava 28 mil pessoas. Suas lojas de grande porte, com áreas raramente inferiores a 3 mil m², eram pontos de referência nas cidades onde a Mesbla se fazia presente.
Por quase três décadas reinou praticamente sozinha no mercado de varejo, por ser a única empresa do gênero de abrangência nacional. Orgulhavam-se seus funcionários em afirmar que a Mesbla só não vendia caixões funerários, que são para os mortos, para os vivos tinham todas as mercadorias, desde botões até automóveis e lanchas.

Reformulação nos anos 80
No entanto, a expansão da Mesbla se fez com estratégias de mercado que logo se mostraram ultrapassadas. Quando decidiu incrementar a venda de vestuário e roupas de cama e mesa, os artigos eram expostos junto às máquinas e equipamentos, as mercadorias tradicionais da empresa. A mesma mistura desorganizada se via nos catálogos.
Também as compras da empresa junto a fornecedores apresentavam falhas. Por exemplo, tão logo o Brasil reatou relações diplomáticas com a
União Soviética, no governo de João Goulart, a Mesbla importou daquele país grande quantidade de máquinas fotográficas e câmeras de filmar de baixa qualidade. Como as importações não tiveram continuidade, a Mesbla se viu em dificuldades para prestar assistência técnica dos produtos vendidos.
A luz vermelha acendeu em
1981 quando a Mesbla passou do primeiro para o terceiro lugar entre as maiores empresas de varejo do Brasil e começou a enfrentar uma concorrência mais forte . Uma consultoria mercadológica foi contratada e as lojas da Mesbla passaram por uma completa reformulação, com mudanças na decoração das lojas, arrumação das vitrines, uniformes dos vendedores e comunicação dos clientes. Passou também a cuidar melhor da publicidade, apresentando catálogos a cores e anúncios bem cuidados para a televisão. Atraiu os melhores executivos do mercado, oferecendo bons salários.
Além das lojas de departamentos, tinha estabelecimentos próprios para venda de móveis, automóveis, lanchas, além de uma financeira. Atuou também no comercial internacional através de uma empresa subsidiária, que tinha filial em
Nova York. Dentre os vários negócios milionários realizados pela Mesbla Comércio Internacional mereceu destaque até no New York Times a venda de 60 mil caminhões à China, no valor de 900 milhões de dólares. Em 1986, foi escolhida pela revista Exame, especializada em economia e negócios, com a melhor empresa do Brasil.
André De Botton foi consagrado como rei do varejo. Seu nome fazia parte do quarteto que formava a nobreza empresarial dos anos 70 e 80, completado por Octavio Lacombe, do Grupo Paranapanema, Olavo Monteiro de Carvalho, do Monteiro Aranha e Augusto Trajano, da Caemi. Além dos escritórios das grandes corporações e dos gabinetes de ministros e políticos de Brasília, eles circulavam pelas esferas da alta sociedade carioca da época. De Botton foi escolhido por duas vezes, como Varejista Estrangeiro do Ano pela organização americana National Retail Federation.

[editar] Problemas nos anos 90
Apesar dessas mudanças de estratégia, alguns problemas persistiram. A Mesbla tinha 40 diretores, o que tornava as decisões lentas. Ao final do Governo
Sarney, em 1989, a diretoria, acreditando que o país caminhava para uma hiperinflação, começou a estocar mercadorias em excesso e passou a contar basicamente com recursos gerados por sua financeira.
O advento do
Plano Real, com o fim da inflação alta, mostrou as fragilidades da Mesbla e a empresa passou a enfrentar constantes prejuízos, que tentou resolver com fechamento de lojas e dispensa de empregados. Para agravar, tinha que enfrentar a concorrência de lojas de departamento e hipermercados estrangeiros, com facilidade de obter capitais no exterior a juros mais baixos.
As empresas estrangeiras conquistaram a clientela de melhor poder aquisitivo, sempre atenta a novidades, com uma maior variedade de mercadorias e facilidades de crediário, em especial com a criação de cartões de crédito próprios. Quando a Mesbla tentou se igualar aos concorrentes, criando marcas exclusivas de roupa e seu próprio cartão de crédito, já era tarde.
No ano de
1994, já havia fechado várias lojas e reduzido seu quadro para 4.500 funcionários, sem conseguir estancar os prejuízos.

Mansur e o fim
Em
1997, com dívidas superiores a um bilhão de reais pediu concordata. No mesmo ano, o controle acionário da Mesbla foi adquirido pelo empresário Ricardo Mansur, que arrematou 51% das ações por 600 milhões de reais a serem pagos em dez anos, além de assumir a dívida fiscal de 350 milhões de reais da concordatária. Nove meses antes havia comprado as lojas do Mappin, tradicional empresa de varejo paulista. Tinha intenção de fazer a fusão das duas empresas, torná-las rentáveis e revendê-las com lucro.
Empresário polêmico, Mansur, dono de empresas de laticínios de um banco, era conhecido tanto pelo seu estilo agressivo como seu gosto pela ostentação. Mantém uma mansão em
Londres, onde patrocina um time de pólo, para o qual fornece cavalos puro-sangue de sua própria criação. Para satisfazer os desejos de uma filha, encomendou a um conceituado arquiteto paulista uma casa de bonecas, no valor de 300 mil dólares, que instalou em sua fazenda em Indaiatuba.
Na tentativa de salvar a Mesbla e o Mappin, Mansur colocou à frente das empresas o executivo João Paulo Amaral. Mas João Paulo logo se deu conta de estava diante de uma daquelas missões tidas como impossíveis. A falta de dinheiro no caixa era mais grave do que se pensava, os atrasos do pagamento de fornecedores, crônicos. Em seguida, começou uma série de pedidos de falência, além de ameaças de despejo em todos os shoppings onde as lojas exibiam suas marcas.
Mansur tentou usar de seu prestígio junto a políticos e até mesmo da pressão dos funcionários da Mesbla e do Mappin, por meio de passeatas, para conseguir dinheiro do
BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, um banco público. Ao mesmo tempo, buscava algum grupo estrangeiro interessado em adquirir as lojas.
Sua credibilidade, no entanto, começou a ser posta em dúvida quando começou a divulgar informações falsas para concretizar o negócio. Ao mesmo tempo, a administração de seu banco começou a ser investigada e se apuraram práticas fraudulentas, que resultaram em sua liquidação. Por conta dessas práticas, Mansur chegou a ser preso e teve seus bens bloqueados. Um novo pedido de prisão foi feito por sua ex-mulher, a quem não pagava pensão alimentícia.
Diante de tantos problemas, Mansur se desinteressou da sorte da Mesbla e do Mappin. Voou para Londres e não voltou mais ao Brasil. A falência de ambas as empresas foi decretada em julho de
1999 e a última loja da Mesbla a fechar suas portas foi a filial de Niterói no dia 24 de agosto de 1999.
Na mesma época, encerraram suas atividades as Lojas Brasileiras e a G. Aronson, duas empresas varejistas de capital nacional. Desde então, o mercado de varejo é dominado por empresas estrangeiras.

92 comentários:

Gilberto disse...

Trabalhei 6 anos nesse grupo maravilhoso, que tratava o funcionario como gente. Cheguei a ficar emocionado lendo essa historia, embora ja conhecesse todo o enrendo negativo criado por esse tal de Mansur.

Solange disse...

Trabalhei muitos anos na Mesbla no setor de cobrança, lendo sua historia, me emocionei, e voltei ao passado ..lá ganhei meus primeiros salarios, minha primeira conta em banco, pude programar minha vida, aprendi a ser responsavel, e conheci pessoas que me espelhei pra ter um futuro bom. Parabens pelo Blog, com certeza estará nos meus favoritos. Um abraço...Solange-Santo André SP

krauss disse...

oi eu trabalhei de 1985 á 1990 nesta empresa até então quanto a minha demissão eu nem sabia o que estava se passando mas este blog me mostrou mas sabia do mansur, só não sabia que ele que arruinou ainda mais a empresa , na época fiquei triste, e tentei até voltar , paassei nos testes e já ia começar na loja tijuca que hoje é um supermeecado, mas infelismente naquele ano a mesbla estava fechando as portas por completo, foram 5 anos na loja passei, paRABENS PELO BLOG, CONTINUE POSTANDO

Mesbla disse...

Obrigado pela visita de todos, e a continuação desse blog depende única e exclusivamente das pessoas que visitam a pagina, depende da forma dessas pessoas enviarem artigos pessoais tipo: fotos, de peças ou arquivos de conteudo que possa aumentar a divulgação e a riqueza visual desse blog. Obrigado!

Wellington Ribeiro disse...

Rapaz é uma pena, eu conheci um cidadão que perdeu um dinheiro na bovespa com as ações da mesbla. O problema pelo que vi começou em 1981, faltou inteligencia, não acreditaram no país...

Clovis Bevilacqua disse...

Eu fui funcionário da MESBLA de Piracicaba - SP de 1995 á 1991 foi a unica empresa que me ofereceu uma oportunidade de crescer (ele me pegou um menio e me devolveu um homem) com meus 1,58 m era lider de segurança, comandadno uma equipe de 13 pessoas que ao longo dos anos foi-se diluindo.
á 5 anos tenho minha empresa de prestação de serviços, sólida e em crescimento.
Aplico aquí tudo o que eu aprendi nos treinamentos (principalmente no maravilhos ACQUA - Aperfeisoamento Continuo Na Qualidade do Atendimento.
Se a MESBLA voltasse a suas atividades e me chamasse, certamente não hisitaria.

Eu era o Icone da minha época, fui responsavel pela transformação de comportamentos e a integração entre funcionários de setores diversos, familiares dos mesblanos e e das lojas adjacentes da MESBLA dento do Shopping.

Tenho inúmeros sonhos de que a MESBLA havia retomado suas atividades e que estava lá com todos novamente.

O pior de tudo é que 9 anos depois da minha saída, voltei a trabalhar no mesmo prédio (onde atualmente é uma loja da DICICO) foi os piores 9 mêses da minha vida, era como se as paredes tivessem vida e eu entrava em um espasso perdido no tempo e revivia flashes de diálos acões e acontecimentos.

Um Abraço á todos.

sol disse...

FUI EXTRA NATAL NA MESBLA PASSEIO EM 1982

Souza disse...

Fui funcionario de 1980 a 1984,na filial ,de Niteroi, depois retornei e fui trabalhar na Mesbla Moveis, onde fui ate fechar em 1996.
Há que saudade!

Roseli disse...

Em 1989 tive a oportunidade de trabalhar nas lojas que tambem eram do grupo, que se chamava maxx. trabalhei em copacabana, no centro do Rio e Niterói. sai em 1991 com um currículo maravilhoso, engressei numa grande Rede de Drogarias aqui no Rio, no ano de 1992, e fiquei lá por dez anos, sai em 2003e montei meu próprio negócio,que continuo até hoje, tenho saudades dos amigos e hoje me sinto realizada na minha vida em todas os sentidos porque tive essa grande oportunidade na vida, de trabalhar nesse grande grupo A vida é de únicas oportunidades eu agarrei a minha.

Anônimo disse...

Olá Meu nome é Enoque.
Trabalhei na MESBLA PIRACICABA, no Caixa Central e depois Tesouraria. Resolvi sair no dia em que mudou a gerência geral. Entrou um tal de Gláucio, muito chato...Mas, realmente um período muito bom que dá muitas saudades. Alguém que também trabalhou naquela época (1987 à 1990) tem foto ou gostaria de contato, é só escrever.
prenoque@yahoo.com.br

natan_cc disse...

Foi de 18.09.1989 a 24.01.1992 que trabalhei no SIL da filial de Campo Grande-MS. Era um orgulho falar que eu trabalhava na Mesbla. Foi um período em que aprendi muito e fiz muitos amigos que encontro até hoje com muitas saudades daquela época. Era mesmo uma excelente empresa, valorizava o funcionário. Quantas saudades. Natan Cipriano

vagne araujo disse...

Olar sou VAGNE ROCHA DE ARAUJO,fui aprendiz nesta empresa 2 anos na fl PASSEIO na decada de 80,4 anos como alalista, podia ter exigido na justiça alguns direitos de horas extras, mas nunca fiz, porque se tinvesse que parar tudo que eu aprendi nesta empresa mesmo tendo conquistado mas 10.000.000,00 hoje foi graças essa extraordinaria empresa, obrigado do fundo do meu coraçao MESBLA S/A.

izair disse...

trabalhei 26 dia(extra natal)01/12a26/12/1997. eramos uma familia no qual nem uma loja ou rede de lojas no qual eu trabalhei.que tivesem a umildade de tratar qualquer funcionarios tao bem como fomos tratados com respeito e dignidade como fomos tratados (nem Rener e nem C&A e todas deste ramos de atividade tratam com onestidade os seus funcionarios)

Anônimo disse...

Trabalhei 7 anos nessa maravilhosa empresa no Passeio e estamos organizando o 1o. encontro dos ex-funcionários. será dia 15/jan/11 as 19hs na chopperia Na Pressão no Shopping New York - Barra da Tijuca - RJ.
Todos são bem vindos! Claudia Igreja

Mesbla disse...

Oi Claudia Igreja....Como posso entrar em contato com vc? Sou dono do blog e quero divulgar esse encontro, gostaria de falar com vc via e-mail,abraço!

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Tabita e tenho (quase) 20 anos. Vocês devem estranhar uma pessoa nova estar postando no bolog (a Mesbla aqui em Salvador fechou eu tinha 8 anos.Mas vim falar da experiência de meu pai. Ele trabalhou nessa maravilhosa loja dos 14 aos 34 anos, ou seja, teve 20 anos de Mesbla. Assim como o alguém postou, realmente ele entrou um menino e saiu um homem. Quando ele me contou sua tragetória, de office boy até sub-gerente, chega me emocionei.Lembro de poucas coisas da Mesbla, mas ela fez parte da minha infância! E o que lembro,lembro com muito carinho! Continue com essas postagens!

Mesbla disse...

anonimo,,,Favor escrever e-mail do comentario para fac iltar o contato e assim ter como permanecer as postagens! Obrigado...

Rosa Rocha disse...

Rosa Rocha
Adorei trabalhar oito anos na Mesbla do Shopping Iguatemi de Fortaleza, gostaria de entrar em contato com alguns colegas de trabalho da epóca - 1988 a 1996
Saudades!!!!

Paula Rodrigues/RJ disse...

Olá família Mesblana, entrei ainda com 18 anos como extra natal no Shoping Rio Sul, no setor da cameba e posso afirmar; lá eu aprendi muito, com a
os companheiros, a chefia, os clientes e a vida. Amava trabalhar naquele lugar onde me sentia realizada como profissional, tenho muito orgulho de ter feito parte desta história. Ficaria muito feliz em divulgar meu e-mail para quem quizer fazer contato:paularodriguescd@ig.com.br. Enorme abraço que o Senhor tenha dado a todos uma oportunidade. bjs

Anônimo disse...

edson leite, fui funcionario da mesbra em 1977 e 1978 e dos meus tres unicos empregos e o unico que me da saudades e que ainda sonho

Anônimo disse...

gostaria muito de reencontrar todos que estiverao comigo na mesbla da pca. do carmo sto. andre nos anos de 1977 e 1978, ou de algum contato. Na Mesbla s|A me formei homem Edson Leite hoje com 53 anos e muitas saudades

Gisele disse...

Chorei quando li sobre a falência, tantos anos depois e ainda me emociono. Foi o melhor lugar onde trabalhei durante toda a minha vida!

Anônimo disse...

Cláudia disse ...

A minha família é Mesblana:
Almir de Souza Machado
Domicio corrêa
Maria Nazaré Machado
Carlos Roberto de souza machado
Jaqueline Gonçalves Machado
Juciara Ercília Carvalho Lopes
Cláudia Maria de Souza Machado
Éramos funcionário da Mesbla Niterói
(veículos ,móveis e magazine)

Em 1978 meu pai Almir de Souza Machado foi eleito pelo sindicato do comércio o comerciário padrão de Niterói.Foi lindo a cerimonia

Anônimo disse...

Gente, lendo esses depoimentos me emocionei. Trabelhei quase 3 anos na mesbla aqui em Recife, meu deus! Quantas saudades, a loja era linda, o ambiente de trabalho simplesmente maravilhoso, desde os vendedores até o gerente geral da loja a "SENHORA DONA LAURA".Só tenho agradecer a oportunidade de ter feito parte dessa família chamada MESBLA.Um abraço a todos que fizeram parte dessa grande empresa.
Saudades millllllllll.
Elianne

nestor disse...

Iniciei em 1981 e trabalhei 11 anos na MESBLA da rua 24 de maio,tive a oportunidade de começar como auxiliar de cadastro e saí como encarregado de crédito central. Muitas pessoas tem histórias bonita para contar, como a do Teixeirinha, meu grande amigo que em época de natal fez entregas na variante do seu pai. Posso afirmar que eramos mais que uma equipe, eramos AMIGOS, saudades muitas saudades.(Nestor)

Edna disse...

Oi, trabalhei na Mesbla do Barra Shoping de 1984 a 1989 como operadora de caixa(comecei como extra-natal) em 1990 fui para Mesbla do Madureira Shoping como Assistente de Tesouraria, foram nove anos de muita
alegria pois não sei explicar mais funcionários da Mesbla trabalhavamos muito mais éramos felizes, pois tinhamos reconhecimento profissional e humano, até hoje tenho produtos que comprei na loja, lembram das feirinhas para funcionários? eram um barato. Se nós ex-funciuonários pudéssemos fazer algo para trazer de volta essa empresa tão maravilhosa os profissionais de hoje saberiam o que é uma empresa de verdade em todos os sentidos. Creio que um dia o Mansur vai ver o quanto ele fez mal a muitas pessoas e pagará por isso. Pessoal fiquem com Deus e até a próxima,
Edna Cidade de Deus (26/12/2011)

Edna disse...

Oi, trabalhei na Mesbla do Barra Shoping de 1984 a 1989 como operadora de caixa(comecei como extra-natal) em 1990 fui para Mesbla do Madureira Shoping como Assistente de Tesouraria, foram nove anos de muita
alegria pois não sei explicar mais funcionários da Mesbla trabalhavamos muito mais éramos felizes, pois tinhamos reconhecimento profissional e humano, até hoje tenho produtos que comprei na loja, lembram das feirinhas para funcionários? eram um barato. Se nós ex-funciuonários pudéssemos fazer algo para trazer de volta essa empresa tão maravilhosa os profissionais de hoje saberiam o que é uma empresa de verdade em todos os sentidos. Creio que um dia o Mansur vai ver o quanto ele fez mal a muitas pessoas e pagará por isso. Pessoal fiquem com Deus e até a próxima,
Edna Cidade de Deus (26/12/2011)

Edna disse...

Oi, trabalhei na Mesbla do Barra Shoping de 1984 a 1989 como operadora de caixa(comecei como extra-natal) em 1990 fui para Mesbla do Madureira Shoping como Assistente de Tesouraria, foram nove anos de muita
alegria pois não sei explicar mais funcionários da Mesbla trabalhavamos muito mais éramos felizes, pois tinhamos reconhecimento profissional e humano, até hoje tenho produtos que comprei na loja, lembram das feirinhas para funcionários? eram um barato. Se nós ex-funciuonários pudéssemos fazer algo para trazer de volta essa empresa tão maravilhosa os profissionais de hoje saberiam o que é uma empresa de verdade em todos os sentidos. Creio que um dia o Mansur vai ver o quanto ele fez mal a muitas pessoas e pagará por isso. Pessoal fiquem com Deus e até a próxima,
Edna Cidade de Deus (26/12/2011)

Rosemberg disse...

trabalhei na Mesbla 24 de maio sp durante 6 anos nos anos 80 e foi uma surpresa ver depoimento do Nestor que foi meu colega de trabalho falando de um outro colega o Teixeirinha,mais elem destes tínhamos tantas amizades na areá de credito e cadastro que ate hoje os vejo em pensamento de saudades.Rosesmberg Rosemberg@sitiotatuape.com.br

Flávia Ramon disse...

Trabalhei na loja do Shopping Miramar em Santos - SP de 1996 até o dia 30 de agosto de 1999 que foi quando a empresa fechou suas portas, até hoje não esqueço do que passamos a loja vazia sem ter mais nenhuma mercadoria para vender, cheguei a ficar depressiva por algum tempo, pois era uma empresa maravilhosa para se trabalhar, de todas as empresas que trabalhei até hoje esta é a única que realmente era uma família e respeitava seus funcionários, infelizmente passou por ela este tal de Ricardo Mansur. Tenho muitas saudades de todos os meus amigos que fiz na empresa, hoje em dia ainda tenho contato com alguns deles.

Flávia Ramon disse...

Infelizmente o que podemos ter agora são apenas as lembranças, tenho até hoje mercadorias que comprei na loja. Que todos estejam com Deus, beijos para todos pois afinal de contas eramos uma verdadeira família. flaramon_10@hotmail.com

nunes disse...

olha gente a mesbla foi tudo na minha vida proficional trabalhei na cibramar de santo andre pelo consorcio mesbla de 1984 a 1993 ganhei muito dinheiro eu e meus colegas de equipe ;;; ai que saudade daqueles tenpos maravilhosos e tanbem dos amigos e dos meus clientes , aqui fico calado e com muita saudade de todos. meu nome e nunes leblon,, alguem se lenbra meu fone e 11 77529888 id 100*42622

Anônimo disse...

Oá! fui funcionario da MESBLA em São Luis de 25.03.85 a 31.03.93. foram anos maravilhosos, iniciei na admistraçao na MESBLA S/A setor C.P.D.C(centro de processamento de dados contabeis. Depois fui para a PRESTA ACC LTDA empresa do cartao de crédito do grupo MESBLA no fim fui transferido para a EFETIVA COB. PREST. SERV. LTDA. tambem empresa do grupo.Tinha varios beneficios:plano de saúde extensivo ao familiares Tiket refeição, descontos especiais em compras na loja, empréstimos com desconto em folha de pagamento. Sinto muitas saudades da época em que trabalhei nesta Empresa.Walber Freitas, wcmfreitas@hotmail.com

Anônimo disse...

Ola gostaria de saber se alguem conheceu Cesar Tadeu de Oliveira,estou ha 25 anos querendo saber,pois ele e o meu pai gente me ajude porfavor isso e muito importante pra mim,que Jesus abencoe a todos.

Venicio Nunes (Mesbla) disse...

é anonimo..dificil poder te ajudar a encontrar seu pai Cesar Tadeu se você não se identifica com nada, nem sequer deixa um email!

Michelle Caminha Gois disse...

desculpa Venicio Nunes,eu me chamo Michelle Caminha Gois,''meu e-mail mimi_caminha@hotmail.com
facebok. mimi_caminha12@hotmail.com
meu pai chamado Cesar Tadeu de Oliveira esteve em 1986 com minha mae infelizmente sao poucas informacoes.

Michelle Caminha Gois disse...

Michelle Caminha Gois disse...
desculpa Venicio Nunes,eu me chamo Michelle Caminha Gois,''meu e-mail mimi_caminha@hotmail.com
facebok. mimi_caminha12@hotmail.com
meu pai chamado Cesar Tadeu de Oliveira esteve em 1986 com minha mae infelizmente sao poucas informacoes.

Raquel Nely disse...

Eu me chamo Raquel Nely Henderson e trabalhei na Mesbla de Belém do Pará de 1979 à 1995,foram 15 anos maravilhosos,foi meu primeiro emprego, comecei como Auxiliar de Escritório no UBC e terminei como chefe do SIL. A Mesbla Movimentação de Carga em que eu trabalhava foi a primeira a encerrar suas atividades em Belém, foi a maior tristeza que já passei em minha vida, fechar as portas de uma grande empresa, depois voltei a trabalhar na Mesbla lojas de Departamentos até a minha saída em 1995. A Mesbla foi tudo em minha vida, tenho boas recordações, uma empresa que valorizava seus funcionários, onde você tinha toda chance de crescer e se tornar um profissional competente, uma empresa bem organizada e muito moderna, tinha tudo de melhor, e muitos benefícios, dentre eles Plano de Saúde, descontos para funcionários, incentivo à estudos pagando parte de faculdades, e etc., não consigo colocar aqui tudo que eu recebí nesta empresa, pois eu ficaria horas escrevendo, apenas quero registrar a imensa saudade que sinto desta empresa e dos grandes amigos que lá conquistei e que preservo até hoje, infelizmente Ricardo Mansur acabou com o sonho de muitas pessoas. Meu email: raquelnelyhenderson@hotmail.com

michelle gois disse...

ola boa tarde,me chamo Michelle gois,estou a procura de César Tadeu de Oliveira,pois o mesmo trabalhou na Mesbla em Fortaleza,por gentileza se alguém conhece ou tenha o contato dele favor informar no seguinte email mimi_caminha@hotmail.com ou no facebook mimi_caminha12@hotmail.com,que os abençõe a todos.

Luciano Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciano Menezes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciano Menezes disse...

Uma foto do Facebook me remeteu aos tempos da Mesbla. É olhar o Outdoor e relembrar de minha avó Jacyra Baptista Nazer que até os seus 93 nos de plena lucidez, sempre nos ensinou a gostar do que é belo, elegante e glamuroso. Somos descendentes de árabes e crescemos no ramo do comércio: lembrar da Mesbla aqui em Niterói onde até hoje me refiro ao local como tal, é recordar do primeiro modelo de Chevette que com 5 anos de idade, eu e o meu tio David fomos buscar na Mesbla Veículos no Rio e vimos pela Ponte Rio-Niterói buzinando com os plásticos dos bancos balançando ao vento (o carro era novidade e poucos conheciam);os primeiros presentes de Natal, os lançamentos de K-7 e LP's comprados com a mesada, além da paquera aos 15 anos quando saíamos do Liceu e íamos ao nosso "shopping" de então. Fica o cheirinho da loja em nossas mentes; o eterno legado de um bom atendimento, o "PRAZER EM SERVIR" e da infelicidade de quem deu fim ao império. Mas todo exemplo é válido. Obrigado a todos os eternos funcionários amigos. E aqui sugiro e edição de um livro. Abraços a todos! arqmenez@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Muito Bacana este espaço de saudosas lembranças eu fui cliente da Mesbla em Belém/PA e Porto Alegre. Ontem mesmo lembrei-me da Mesbla quando meu filho me perguntou sobre uma máquina fotográfica Yashica (está funcionado até hoje).

Jorge Luiz M. Aiub

Anônimo disse...

Me chamo jorge e fui funcionario de 84 a90 na loja tijuca rj bons tempos.

wellington disse...

me chamo WELLINGTON e trabalhei na mesbla de 1986 a 1990 na av do estado no cpdc...bons tempos ...saudades dos amigos e do futebol que jogavamos juntos..estou no magazine luiza da vl guilherme...se alguem quiser fazer contato....967454471...
abraços.

Elisa Portilho Lucas disse...

Oi,Claudia igreja gostaria de saber se tem contato com alguém da mesbla barra shopping de 1982. Trabalhei lá e gostaria de me encontrar com umas amigas do UBC onde trabalhei. Rita, Elen,Débora.obrigada

Elisa Portilho Lucas disse...

Olá,pessoal trabalhei na mesbla barra shopping desde a inauguração até 1983. Quando me casei com um funcionário também , Marcos Lucas. Gostaria muito de rever as meninas que trabalhávamos juntas no UBC. Rita ,Elen, Débora ...hoje moro em SC com Meu marido e filhos. Se alguém puder me ajudar será muito bom. Não lembro os sobrenomes.

Anônima disse...

Oi, gente! Alguém aqui chegou a conhecer o funcionário Genival dos Santos Duarte?

Anônimo disse...

Olá,

Eu conheci um Genival dos Santos Duarte.

Denise Valente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RONALDO LIMA disse...

Trabalhei 7 anos nesta saudosa empresa fiz parte da divisão de veiculos que funcionava na Rua General Polidoro em Botafogo na cidade do Rio de Janeiro onde tive a oportunidade de conhecer o Sr Henrique um dos propietários da empresa,que nos tratava como pessoas normais e não como empregados,infelizmente aconteceu o que todos sabem. Um abraço Ronaldo Lima RJ,

Jeferson Bisceglia disse...

Trabalhei 12 anos nesta maravilhosa empresa aonde aprendi o que é varejo de verdade.
Meu nome é Jeferson e comecei como vendedor e cheguei a chefe de seção.
Comecei na 24 de maio e quando sai estava no shopping paulista. Muitas saudades daquele tempo e dos colegas de trabalho. Ainda hoje tenho alguns bons amigos daquela época.
Trabalhei de 1980 a 1992.

Sergio Reis disse...

Trabalhei na Mesbla de 1982 a 1994,foi a minha melhor empresa.

Sergio Reis disse...

Trabalhei na Mesbla de 1982 a 1994,foi a minha melhor empresa.

Wilson Gomes Vieira disse...

tive o prazer de trabalhar na mesbla como vendedor,em 3 ocasiões diferentes,
mesbla passeio,- mesbla niterói, - mesbla móveis niterói, uma empresa que dava aos seus
funcionários condições de ganhar dinheiro, ter um bom padrão de vida, infelismente,
1998, fechou as portas, deixando saudades, tanto para os que tiveram o previlégio de
ser funcionários, como tambem, os clientes que amavam a mesbla. não teremos mais uma
empresa como a mesbla, que não explorava os seus funcionários, como acontece na maioria
das emprsas brasileiras,tanto;pequenas, médias, e grandes.

wilson - são gonçálo - rj

Anônima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônima disse...

Genival Santos Duarte que trabalhava na Mesbla de Salvador? Se sim. Pode entrar em contato comigo pelo e-mail cantinho-artesanato@live.com Obrigada!

Wilson Gomes Vieira disse...

trabalhei na mesbla como vendedor em 3 ocasiões diferentes, foi, a melhor empresa que
já vi para se trabalhar os funcionários, tinham seus direitos, e vantagens garantidos
com salário, que na época,não ninha igual no mercado, a última loja que trabalhei foi
na mesbla-móveis de niterói-rj, e sinto muito pelo que aconteceu com esta excelente
empresa, lamentável.

wilson - são gonçálo - rj

ALMIR REGO disse...

MESBLA MINHA ESCOLA DE VIDA,INICIEI COMO APRENDIZ CORRESPONDENTE E FUI FUNCIONÁRIO DE CONFIANÇA DE TODA FAMÍLIA BUTTON,TINHA 17 ANOS E COM 18 ATÉ SEGREDO DO COFRE DE SR. ANDRE DE BUTTON EU FUI MERECEDOR,AMO ESTA FAMILIA MESBLA E DEVANEIOS DE PRAZER EM SABER QUE FUI FUNCIONÁRIO, E GRATIDÃO DE SER MESBLANO

Irene Moura disse...

Irene Moura, trabalhei na Mesbla Passeio, foi meu primeiro emprego no periodo de 1978 a 1981, Fiz muitos amigos.Fiquei triste com a situaçao dessa empresa maravihosa.

irene Moura disse...

Tomara que eu encontre algum amigo daquela época, trabalhei no Passeio, cartão de crédito. Meu face irmoura53@gmal.com

Elvan disse...

Elisa você trabalhou até que ano, na barra?

Elvan disse...

Edna, estamos com um grupo no WhatsApp que 70 pessoas da Mesbla Madureira e fazemos encontros para reviver aqueles inesquecíveis momentos, se quiser participar do Whattzap avise, fique com Deus.

Sylvia Gouvea disse...

Incrível o trabalho que o Gerente Lopes realizou na Mesbla Tijuca! Saudades de tanto profissionalismo!

Cláudia Maria de Souza Machado disse...

Lembro quando era criança que época de natal recebia presente no teatro municipal de Niteroi..Era uma alegria muito grande.Meu pai era funcionário e levava a família para a festa.
Que empresa maravilhosa!!

Anônimo disse...

Edna lembra de mim trabalhamos juntas, lembro De vc. Me procura no facebook Fernanda Simões moro atualmente em São Lourenço mg.

Anônimo disse...

Edna saudade de vc. Trabalhamos juntas nossa chefe era a Helena e seu Augusto Sá. Me procura no Facebook Fernanda Simões e-mail :nandabsimoes@hotmail. Com

Dilermando Castro Lemos Costa disse...

Em 1960, comprei nas Lojas Mesbla com escritório na cidade de são félix(ba), uma motorcicleta monark jawa de 1959, e dois anos depois comprei outra igual. Boas máquinas, eram de 175cc

nanci lima disse...

Fui funcionária da Mesbla Passeio de 1972 a 1975. Foi o meu primeiro e melhor emprego. Tinha grandes Amigos e Chefes maravilhosos. Infelizmente perdi os contatos. Meu nome é Nanci .
Trabalhei no Setor de Cartão de Crédito, com dona Yara, dona Zilda (já falecida), Eugênia, Vilma Souza, Maria José, Zenilda, Hilma e muita gente boa que sinto muita saudade...... Meu email é nancilima30@yahoo.com.br.

jaciara andrade martins disse...

Fui funcionaria da Mesbla Passeio de 1985 a 1995,meu primeiro emprego.Aprendi muito com uma pessoa maravilhosa,acredito que ja deve ser falecida,a sra Espedita,chefe da perfumaria.Lembro de algumas pessoas,Zezinha do calçados,Lucia da perfumaria,Ricardo Melandre cine-foto,Malu,Paulinha,Lucia,Monica,Kelli,Newton,todos da perfumaria.Gostaria dos contatos de vcs.Meu email é pjaciaraandrademartinsmartins@gmail.com

Amanda Farias disse...

Oi, meu nome é Amanda, Minha mãe foi funcionaria da Mesbla Niteroi no ano de 1982/1983 onde conheceu o Carlos Augusto conhecido mais por Edson. Eles tiveram um namoro e ela engravidou do meu irmão Gleydson. Mas ele disse que nao poderia ficar com minha mãe pq estava de casamento marcado com uma mulher la de Minas Gerais e eles nunca mais se viram pois minha mãe saiu do emprego. E meu irmão não conhece o pai, nem por fotos.

Amanda Farias disse...

Nome da minha mãe é Lenita Gomes

VALNICE disse...

OLAR PROCURO UMA PESSOA QUE TRABALHOU NA MESBLA DA BARRA DA TIJUCA NA ANO DE 1993 O NOME DELE O ROMULO POR GENTILEZA QUEM SOUBER MI AVIZA

VALNICE disse...

QUE SOUBER DESSA PESSOA QUE FEZ PARTE DO GRUPO NO ANO DE 1993 NA BARRA DA DA TIJUCA O NOME DELE E ROMULO MI AVIZA NO EMAIL VALNICEFASHION@HOTMAIL.COM

michhelle disse...

preciso saber se alguém aqui trabalhou na mesbla em fortaleza,poise estou a procura de cesar tadeu de oliveira.
se tivr alguém que tenha conhecido por favor entrar em contato por email mimi_caminha@hotmail.com

Haroldo disse...

Olá, tudo bem? Gostaria de saber onde obtenho informações sobre a abertura duma filial da Mesbla na Conselheiro Crispiniano, centro de São Paulo, ao que tudo indica, lá pela década de 1930.

João disse...

Meu nome é Sergio Graneiro, trabalhei na Mesbla Veículos de botafogo - rj. Entre 1995 a 1996. Eu era vendedor de Peças. Nossa, até hoje quando vejo o prédio que era da Mesbla me da vontade de chorar, são muitas saudades. La tinham 300 funcionários, todos eram tratados iguais. Me lembro que quando a Mesbla entrou em concordata, o gerente fez uma reunião geral e perguntou se tinha alguem que gostarua de ser mandado embora, nossa ninguém quiz, pois a Mesbla era nossa mãe e os funcionários todos irmãos. Ficamos até o último dias. Meu gerente de peças chamava GARCIA. Gostaria muito de reencontrar amigos da época. meu zap 73991501015, sergiograneiro66@hotmail.com

Sergio graneiro disse...

Meu nome é Sergio Graneiro, trabalhei na Mesbla Veículos de botafogo - rj. Entre 1995 a 1996. Eu era vendedor de Peças. Nossa, até hoje quando vejo o prédio que era da Mesbla me da vontade de chorar, são muitas saudades. La tinham 300 funcionários, todos eram tratados iguais. Me lembro que quando a Mesbla entrou em concordata, o gerente fez uma reunião geral e perguntou se tinha alguem que gostarua de ser mandado embora, nossa ninguém quiz, pois a Mesbla era nossa mãe e os funcionários todos irmãos. Ficamos até o último dias. Meu gerente de peças chamava GARCIA. Gostaria muito de reencontrar amigos da época. meu zap 73991501015, sergiograneiro66@hotmail.com

Anônimo disse...

Olá, bom dia, eu conheço Genival dos Santos Duarte, entra em contato comigo jinwachang@gmail.com

Unknown disse...

Olá meu nome é Elias Rodrigues procuro meu Pai que trabalhou nessa Empresa Jose Rodrigues da costa quem tiver alguma informação sobre ele me avisa por favor a 27 anos nao a vejo queria poder conhecer da um abraço nele Obrigado a todos

Elias Ribeiro disse...

Meu numero 01522_999205121

Elias Ribeiro disse...

Meu numero 01522_999205121

Once Times disse...

Meu nome é Alzira Belfort, trabalhei na Mesbla 24 de maio nos anos de 1989 á 1991. Trabalhei como recepcionista de lista de casamento, sinto muitas saudades das minhas amigas Lúcia, elza, neusa, eneide, joana(minha antiga chefe), cida( antiga segurança da loja) e todos os meus antigos amigos aos quais não lhes recordo o nome mas não os esqueço.

Unknown disse...

Muitas saudades e muitos amigos nesta Grande Empresa!!!! É assim a vida....

Lilian Figueredo disse...

Boa noite.
Alguém que trabalhou na MESBLA SHOPPING IGUATEMI EM SALVADOR, pricipalmente anos 70, setor UBC, entrar em contato no email liliankatia@oi.com.br.
Minha mãe se chama LUCIENE (LU)... trabalhou la nesse periodo.

Erika disse...

Boa tarde, Meu nome é Erika e eu tenho um trabalho da Faculdade sobre a MESBLA AV. DO ESTADO EM SÃO PAULO, por favor se alguém tiver fotos da época poderia compartilhar comigo?
erika.araujo_arquitetura@outlook.com ou erika.araujo2121@gmail.com

Debora SDJ disse...

Boa tarde,
Me chamo Débora e, não conheci meu pai (Benedito Soares) que pelo que sei foi funcionário da Mesbla da Rua Senador Dantas no Rio de Janeiro. A muito venho pesquisando sobre esta incrível loja e procurando mais informações sobre ele.
Sei que era um ótimo fotografo e relojoeiro, além de ser um bom desenhista.
Nasci em 1979, porém minha mãe (Iraci filha de Ilza e sobrinha de Justina (conhecida com Cristina no bairro Estácio) havia se separado e não teve mais contato, pois ele mudou-se para São Paulo e não soube da minha existência. Gostaria de saber se há alguém que o conheceu ou até mesmo alguém da família.
Agradeço desde já a todos.
Um forte abraço e que Deus os abençoe.

VALTER GUEDES disse...

OLA MEU NOME É VALTER GUEDES, TRABALHEI NESTA, MARAVILHOSA EMPRESA FILIAL DE SALVADOR DURANTE QUASE NOVE ANOS,DE 1978 A 1986 SAI PQ FUI APROVADO EM CONCURSO, PUBLICO ATÉ HOJE SINTO SAUDADES DOS MEUS COLEGAS, CHEFES E GERENTES FICO MUITO EMOCIONADO QUANDO ME LEMBRO DOS MOMENTOS QUE VIVI, FOI O MEU PRIMEIRO EMPREGO,DAI EM DIANTE SEGUI A MINHA VIDA,TUDO ISSO AGRADEÇO A ESTA GLORIOSA EMPRESA MESBLA S/A. 13/05/2017

VALTER GUEDES disse...

VALTER GUEDES, AINDA POSSO ME LEMBRAR DE MUITOS COLEGAS QUE VOU CITAR: VALDOMIRO SAMPAIO FOI MEU CHEFE, RENATO BOMFIM,EDSON CARVALHO, JAILDO, NELMA,DAISE,ADJOVANIO,ANTONIO FREITAS, GEOVANDA GIRLENE, JAIR,ALVES,PASCOAL, IVO, GUILHERME,MAY, PIETRO DI SIERVE,E VARIOS OUTROS GOSTARIA QUE ENTRASEM EM CONTATO COMIGO TEL 8809-2736.OBRIGADO.

Lilian Lima disse...

Ola companheiros Mesblanos,....
alguem ai que trabalhou na Mesbla do Bh Shopping em Belo Horizonte nos anos de 1979 a 1980 que conheça alguem do setor de papelaria e calculadoras?
Me lembro que a chefe do setor era Olga ( nao sei o sobrinome) , gostaria de entrar em contato com alguem, fui funcionaria deste setor e preciso de ajuda para conseguir minha aposentadoria..
Gostaria que entrasem em contato comigo...
meu nome é Lilian Eliane de Lima ( lilian_elima@hotmail.com ) , (27) 99711-2633. Obrigada

Unknown disse...

Qual loja abril logo depois q fechou a mesbla de niteroi?

Anônimo disse...

Lilian eu também estou numa situação difícil, não consta nada de registro no insss.eu não sei como faço pra me aposentar.